Embaixatriz Lúcia Flexa de Lima quer herança de ACM

Políbio Braga

A justiça baiana acaba de negar pedido de exumação dos restos mortais do senador Antônio Carlos Magalhães, em busca de dados de seu DNA. Seria um dos lances do processo que corre em sigilo na justiça baiana, movido pela embaixatriz Lúcia Flexa de Lima, mulher do embaixador Paulo Tarso Flexa de Lima, reclamando a paternidade de ACM para o seu filho caçula.

O processo foi aberto contra a vontade do marido-embaixador, anti-ACM declarado, e a justiça baiana optou pelo respeito ao ex-senador baiano, negando o pedido de exumação.

Para quem não sabe, está em jogo um patrimônio estimado em R$ 2 bilhões deixado por ACM, do qual Lúcia Flecha de Lima quer um naco.

Detalhe: o filho caçula da embaixatriz é um clone do falecido deputado Luiz Eduardo Magalhães, filho de ACM, como mostra a foto acima.

Lúcia Flexa de Lima é aquela senhora séria, que se dizia amiga e conselheira da Princesa Diana e, por essa razão, muito badalada na mídia brasileira.

About these ads

2 thoughts on “Embaixatriz Lúcia Flexa de Lima quer herança de ACM

  1. Falou em dinheiro… acabaram a elegância e os segredos de família… Quem diria, a conselheira de uma princesa…???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s