Bancos criam equipes para evitar quebra de empresas em dificuldades financeiras

Após prejuízos com a deterioração financeira de grandes empresas, que entraram em recuperação judicial ou estão envolvidas na Operação Lava Jato, os três maiores bancos privados do País – Itaú, Bradesco e Santander – criaram departamentos focados na reestruturação de médias e grandes companhias.

A ideia é trabalhar de forma preventiva e evitar que um efeito cascata leve mais empresas à recuperação judicial ou à falência.

Os casos mais emblemáticos foram os da Oi, com dívida de R$ 65 bilhões, e da Sete Brasil, de R$ 20 bilhões.

Segundo fontes de mercado, cerca de R$ 300 bilhões em dívidas de médias e grandes companhias estão na mira de bancos para reestruturação.

Com diagnóstico em mãos, as instituições financeiras oferecem um “pacote de ajuda”, que vai desde tomar ativos como garantia e alongar os débitos até buscar um novo investidor para injetar capital.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s