Justiça e oposição fazem ofensiva contra Trump e reação obriga governo rever ato anti-imigração

Um dia após emitir ordens executivas barrando a entrada de refugiados e cidadãos de sete países islâmicos nos EUA, o presidente Donald Trump sofreu um forte revés, com cinco decisões judiciais que, entre outras medidas, determinaram a suspensão da deportação de pessoas detidas nos aeroportos americanos.

Sob pressão até dos republicanos, o governo americano recuou em um ponto do decreto que impede a entrada no país de refugiados e de cidadãos de sete nações muçulmanas, diante de decisões judiciais contrárias à medida.

Na sexta, imigrantes foram barrados, gerando caos e protestos em aeroportos

A reação incluiu os democratas, que anunciaram uma ofensiva no Congresso para tentar derrubar os decretos, e procuradores-gerais de 15 estados.

Milhares de pessoas foram às ruas em várias cidades dos EUA, e líderes europeus condenaram as medidas de Trump.

Segundo o chefe de gabinete da Casa Branca, Reince Priebus, detentores de autorização permanente para morar e trabalhar nos EUA (“green card”) não serão mais detidos, mesmo se vierem das localidades vetadas (Síria, Iraque, Irã, Iêmen, Líbia, Somália e Sudão).

O decreto também suspende por 120 dias o ingresso nos EUA de refugiados e deixa no limbo aqueles que já estavam a caminho do país.

No caso de expatriados sírios, a proibição é por tempo indefinido.

Apenas 50 mil permissões de asilo serão concedidas em 2017.

Em nota, o presidente Donald Trump disse que não se trata de veto a muçulmanos, mas de “combater o terror”.

Analistas avaliam que o decreto robustece a narrativa de extremistas segundo a qual o Ocidente persegue o islã.

Na Europa, a desaprovação foi unânime.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s