Ministro da Saúde fez negócio 15 vezes maior que o próprio patrimônio

Com bens declarados de R$ 1,8 milhão, o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), comprou em 2014 metade de um terreno de R$ 56 milhões em Marialva (PR)..

À época, ele era secretário de Indústria e Comércio do Paraná.

No ano seguinte, Barros apoiou, já como deputado federal, a liberação de R$ 450 milhões de emenda da União para a construção de uma rodovia de 32 km que passa a 3 km do terreno em questão.

A verba acabou bloqueada no ajuste fiscal.

Mas o projeto foi retomado neste ano.

A emenda foi apresentada pela bancada do PR, que incluía a mulher do ministro, a então deputada Cida Borghetti (PP), hoje vice-governadora.

Questionado sobre os valores díspares, Barros disse à Folha que obteve empréstimo de R$ 13 milhões da empresa Paysage, parte no negócio.

Afirmou ainda ter quitado a dívida em troca de duas empresas, de capital social de R$ 10 mil.

De acordo com Barros, a ideia da obra apareceu três anos antes da compra e a valorização já estava precificada.

Um condomínio deve ser construído no local.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s