Pediatra alerta sobre doenças no retorno às aulas e orienta mudança de hábitos

Estado

Acabaram as férias, muitas escolas voltaram às aulas nesta segunda-feira (06) e com isso algumas preocupações quanto à saúde dos filhos.

De acordo com Sandra Damasceno, pediatra do CEM ? Centro de Especialidades Médicas de Juiz de Fora, neste período a orientação é melhorar a alimentação das crianças, principalmente as merendas incluindo sucos e frutas.

“É preciso tomar cuidado, que é um período de virose, com incidência de diarreia e vômitos.

Com o retorno às aulas, o contato com crianças doentes aumenta, então é necessário que a escola tenha uma sala arejada e em casa também.

Os pais precisam evitar levar as crianças doentes para o ambiente escolar” alertou.

Segundo Sérgio Henrique, diretor do CEM, no período de férias escolares, há um aumento significativo na procura de pediatras, mas muitos pais não têm esse hábito.

– A busca é muito grande nesta época, mas sabemos que muitos deixam para o início do ano também.

O importante é cuidar das crianças, principalmente quando elas começam com a rotina pesada dos estudos e é preciso saber antes como a saúde está, disse Sérgio.

As férias é uma época de uma rotina mais leve, sem horários rígidos, de dormir e acordar mais tarde, e esse hábito desregulado pode atrapalhar os estudantes na volta às aulas, principalmente para quem precisa acordar cedo.

Segundo especialistas da Sociedade Brasileira do Sono, o tempo de sono ideal para as crianças é de 14 a 15 horas/dia para bebês, de 12 a 14 horas/dia para crianças entre 01 e 02 anos, de 11 a 13 horas/dia para os de idade pré-escolar (3 a 5 anos) e em idade escolar (6 a 10 anos)o ideal é 10 a 11 horas/dia.

“É importante mudar a rotina, porque durante as férias eles brincam até tarde, e os jogos de computadores atrapalham o sono, então às 22h é necessário desligar os celulares, jogos, computador, tomar um banho e um leite quentinho antes de dormir para ter uma noite mais tranquila” destacou doutora Sandra Damasceno.

Outro ponto citado pela pediatra é a importância de uma visita periódica ao médico, para que seja avaliado o calendário de vacinação, acuidade visual, saúde bucal, postura e peso.

“Não pode descuidar do check-up nos filhos, principalmente no início das aulas.

Alguns pais aproveitam o período de férias para colocar essa questão em dia, mas quem não fez é bom lembrar que isso é de muita importância” ressaltou, destacando que a escola pode ajudar a identificar alguns problemas, como por exemplo, os professores devem estar atentos a criança na questão auditiva e visual.

Ainda em relação às doenças, o verão é o período das piscinas e é normal o aumento de otite e doenças respiratórias, devido também ao uso de ventilador e ar condicionado.

Para prevenir esses casos é preciso aumentar a imunidade, a especialista alerta para uma boa alimentação e lavar sempre a narina com soro fisiológico, para mantê-las limpas e hidratadas.

Em relação à febre amarela, que anda preocupando toda a população, a pediatra alerta que é preciso lembrar que a criança toma sua primeira dose aos 9 meses e a segunda com 4 anos.

Somente depois dos 14 anos é necessário tomar novamente a vacina.

Nas cidades que ainda não estão disponibilizadas para toda população é importante usar repelente nas crianças.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s