Rio vive inferno e investigação aponta indícios de pagamento de propinas ao governador

Em meio à profunda crise financeira do estado, que paralisou serviços públicos, a Polícia Federal apontou, em relatório enviado à Justiça, indícios de que o governador Pezão recebeu propina do esquema de corrupção comandado pelo ex-governador Sérgio Cabral.

O nome de Pezão apareceu em anotações de Luiz Carlos Bezerra, preso na Operação Calicute e apontado como operador da quadrilha.

O governador disse estar à disposição da Justiça.

Sobre a crise financeira, Pezão admitiu que não tem plano B para o caso de não haver decisão favorável do STF ao estado.

Com mandato cassado pelo TRE por crime eleitoral, ele disse que recorrerá.

No Centro do Rio, manifestantes mascarados usaram pedras, barras de ferro e baterias de rojões para enfrentar PMs em protesto contra a venda da Cedae.

Um estudante foi ferido por bala de borracha e teve de ser operado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s