Dilma sabia de caixa dois, afirma Marcelo Odebrecht

Em depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral, o executivo Marcelo Odebrecht, ex-dirigente da empreiteira e herdeiro do grupo, afirmou que a ex-presidente Dilma Rousseff sabia dos pagamentos de caixa dois à campanha eleitoral de 2014.

Marcelo também disse que jamais recebeu pedido “específico” de dinheiro do presidente Michel Temer e apontou os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci como interlocutores dos repasses de caixa dois ao PT.

De acordo com ele, a empreiteira doou R$ 150 milhões à campanha de Dilma-Temer naquele ano. O ministro Herman Benjamin, relator do processo que pode cassar a chapa, perguntou se o executivo já havia falado com Dilma sobre as dívidas com o PT.

“Não. Veja bem, Dilma sabia da dimensão da nossa doação, e sabia que nós éramos quem fazia grande parte dos pagamentos via caixa dois para o João Santana. Isso ela sabia”, respondeu.
“Ela nunca me disse que sabia que era caixa dois, mas ê natural, ela sabia que toda aquela dimensão de pagamentos não estava na prestação do partido.”

A ex-presidente afirmou que nunca teve relação próxima com Marcelo, de quem tinha desconfiança, e que jamais pediu recursos a ele. Também em depoimento, o ex-diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar disse ter operacionalizado entrega de R$ 21 milhões de caixa dois a aliados da chapa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s