PSDB recua e abre caminho para inocentar Michel Temer na ação de cassação da chapa

Autor da ação sobre suposto abuso de poder político e econômico da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer nas eleições de 2014, o PSDB citou nas alegações finais entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) episódios investigados na Lava Jato para tentar incriminar a petista, mas isentou o peemedebista.

No trecho dedicado a Temer, os advogados do PSDB afirmam: “Ao cabo da instrução destes processos não se constatou em nenhum momento o envolvimento do segundo representado (Temer) em qualquer prática ilícita.

Já em relação à primeira representada (Dilma), há comprovação cabal de sua responsabilidade pelos abusos ocorridos”.

Hoje aliado do governo, o PSDB, na ação inicial encaminhada ao TSE no final de 2014, considerava Dilma e Temer “réus”.

O relatório do processo foi distribuído ontem pelo ministro-relator Herman Benjamin aos demais integrantes do TSE.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s