Carta enviada a Putin vai parar em casa de sueco a mais de mil quilômetros de distância

Blog do Moreno

Na pequena cidade de Trelleborg, ao sul da Suécia, uma situação inesperada: ao abrir a caixa do correio, um homem identificado apenas como Per percebeu que, junto às suas correspondências, havia uma carta endereçada a ninguém mais ninguém menos do que o presidente russo Vladimir Putin.

De acordo com informações da Reuters, a carta era destinada para “Presidente Vladmir Putin, Ilinka 23, Moscou, Rússia”.

O endereço sueco em que carta chegou só se assemelha ao de Putin em um aspecto: ambos tem o 23 como número de referência.

“Alguém deve ter visto essa carta, ao menos o carteiro que a entregou. Por que isso foi entregue então?”, questionou Per em entrevista ao jornal local Trelleborgs Allehanda.

Ele afirmou também que, apesar de curioso, não abriu a correspondência.

De acordo com a assessoria do serviço de entrega, a empresa sueco-dinamarquesa PostNord, a seleção automática feita por máquinas deve ter sido o que ocasionou o erro.

“Às vezes algo de errado acontece quando as máquinas estão fazendo a separação [das cartas].

Especialmente quando elas identificam os endereços errados”, informou Maria Ibsen, porta-voz da companhia.

“Nós lidamos com 1.8 bilhões de cartas por ano e, vez ou outra, um erro acontece, infelizmente. É claro que é uma pena que Putin não tenha recebido sua carta”.

Vale frisar que a distância entre Moscou e Trelleborg é de cerca de 1500 km.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s