Jornal “Tribuna do Norte” do RN adota nova linha editorial, após mudança do controle acionário

O tradicional jornal “Tribuna do Norte“, editado em Natal, RN, dá sinais de mudança radical em sua orientação editorial.

Recentemente, o Grupo Fernando Camargo, adquiriu o controle da TV Cabugi.

Em seguida,  comprou igualmente o jornal Tribuna do Norte, a TN Online e a Rádio Cabugi.

A informação que circula é de que a  estrutura física da Tribuna e da Rádio Cabugi, que ocupam um histórico prédio na Ribeira, será transferida para a sede da InterTV na rua Raimundo Chaves em Candelária.

Após essa operação comercial, a “Tribuna do Norte”  tem publicado notícias e comentários, envolvendo denuncias na política local, regra geral omitidos pela mídia escrita do estado.

Podem ser citados dois exemplos de matérias divulgadas ultimamente na TN.

A manchete do último domingo sobre a Operação Dama de Espada,  da Assembleia Legislativa, sobre a qual não havia informação do conhecimento público acerca de sua tramitação judicial.

E hoje, 4, a divulgação da delação premiada de um ex-diretor do DENIT-RN, que envolve diretamente o nome do ex-deputado João Maia e outros acusados, em operações ilícitas.

As duas notícias atingem o grupo político do Governador Robinson Faria (operação Dama de Espadas) e do ex-deputado Henrique Alves (o aliado João Maia)..

Nos meios jornalísticos comenta-se que a TN prepara para os próximos dias abordagem da Operação Candeeiro, que investiga ilicitudes no Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), inclusive com delações premiadas já realizadas.

Anúncios

Um pensamento sobre “Jornal “Tribuna do Norte” do RN adota nova linha editorial, após mudança do controle acionário

  1. Raciocinando friamente é possível entendermos como algo benéfico ao ‘sistema de informações do RN’ uma guinada na linha editorial da tradicional ‘Tribuna do Norte’. E fico torcendo – caso proceda a informação do editor do blogue – para que o novo grupo prossiga com êxito bem como torço para que, adiante, os Alves invistam num outro robusto veículo de comunicação que possa estar ‘alinhado’ a seus interesses e posições políticas.
    A chamada ‘mão invisível do mercado’ pode constituir um moderno conto de fadas político, especialmente na área social, mas acredito mesmo que às vezes o mercado pode ser antídoto interessante para determinados problemas (da democracia). Democracia pede liberdade de opinião e expressão, pede livre circulação de informações políticas e institucionais.
    E não dá para ficar no discurso romântico da necessária isenção na atividade jornalística. O discurso pode ser comovente, mas a eficácia em termos práticos parece nula. Não dá para ficar esperando que jornalistas, formadores de opinião e veículos de comunicação sejam atores ‘neutros’ e ‘isentos’ no processo.
    Mais prudente, penso, é torcer para que tenhamos muitos veículos de informação ‘independentes’ em sua posição política e ideológica, um amplo e variado mercado de veículos de comunicação e comunicadores que assegurem níveis elevados de pluralismo de informações. Cada cidadão que escolha os seus em função de seus posicionamentos políticos e ideológicos… mas que o cidadão tenha também a possibilidade de se informar em outros, em todos…que tenha condições de verificar a leitura dos fatos sob diferentes perspectivas, opiniões, pontos-de-vista.
    É plausível entender que essa possibilidade constitua o máximo que podemos ter em matéria de boas condições de (in)formação política para o exercício da democracia. Como noutros setores, os monopólios na área da informação são altamente nefastos para o leitor-eleitor-consumidor. Bom mesmo só para quem os controla e/ou deles se beneficia.

    (desculpe o extenso comentário!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s