Após entregar corpo errado em enterro, funerária obtém vitória na Justiça

Ancelmo Gois

O desembargador Marcos Chut, da 23ª Câmara Cível do Rio, diminuiu de R$ 20 mil para 5 mil a indenização a ser paga a dois irmãos que processaram a Rio Pax por um erro no enterro do pai. É que, após 3 horas de atraso, finalmente chegou o caixão, mas com… outro corpo.

A 46ª Vara Cível do Rio, em 1ª instância, condenou a concessionária. Mas o desembargador considerou que os R$ 20 mil “enriqueceriam” os irmãos e, por isso, reduziu a indenização.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s