Temer assume articulação da Previdência; gesto antirreforma será visto como oposição ao governo

Painel

Michel Temer assumiu a linha de frente das negociações sobre a Previdência.

Faz agora, com seus ministros, um pente-fino para detectar nomes da base no Congresso que resistem à proposta.

Ele marcou reunião nesta terça (11), no Planalto, com todos os deputados da comissão que discute o tema.

Um auxiliar diz que os principais pedidos dos aliados foram atendidos e ressalta que, após esse último encontro, atitudes contra a reforma serão vistas como gestos de oposição ao governo.

Vai que dá – Num último aceno, aliados do presidente avaliam que seria possível fazer uma redução ainda maior na idade mínima para a aposentadoria das mulheres.

A previsão é de que o texto final fixe o piso em 65 anos para eles e 60 para elas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s