Ministério da Agricultura identifica 45 marcas de azeites fraudados

Blog do Moreno

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) identificou 45 marcas de azeite que fraudaram seus produtos por meio da utilização de técnicas inadequadas de fabricação e armazenamento.

A equipe do Mapa analisou 279 amostras de 214 lotes de azeites. Entre as fraudes mais comuns utilizadas pelas empresas, está a de misturar óleo vegetal com azeite lampante, impróprio para o consumo, na fabricação. As análises foram feitas em 140 marcas ao longo dos últimos dois anos.

Aquelas que apresentaram irregularidades são: Astorga, Carrefour, Almeirim, Conde de Torres, entre outras.

Entre as aprovadas pela fiscalização estão Andorinha, Aro, Apolo, Borges, Belo Porto e outras.

As empresas fraudadoras foram multadas em até R$ 532 mil por irregularidade encontrada. Os produtos irregulares foram apreendidos para serem descartados. O Ministério Público denunciou as empresas pelas irregularidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s