Criminalista prevê na Lava Jato, que os inquéritos, como estão, tendem a ser arquivados


Estado divulga hoje, 18, previsão de advogado criminalista Fábio Tofic Simantob  sobre o futuro da Lava Jato e a absolvição dos denunciados.

Está passando desapercebida, para muitos, a lógica implícita do pedido de abertura dos inquéritos após as delações da Odebrecht.

Qual?

A de que, se os depoimentos dos colaboradores fossem suficientes para tipificar os crimes, não haveria novos pedidos de investigação à PF.

“A lógica desses pedidos de instauração do inquérito é que, se nenhum elemento adicional for acrescentado, os inquéritos, como estão, tendem a ser arquivados”.

O advogado menciona outra iniciativa necessária nas futuras investigações, pela Justiça dos Estados: adotar “procedimentos uniformes, em todo o País”.

Sem isso, “pode-se criar a sensação de que há investigados privilegiados”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s