Sob pressão das poderosas Confederações, a extinção do imposto sindical seria “pra inglês ver”

Especula-se em Brasília que a proposta do deputado Rogerio Marinho (PSDB-RN) de extinção do imposto sindical é “pra inglês ver”.

As poderosas Federações, Confederações e sindicatos do país não se conformam com a extinção desse imposto, embora todo o dia preguem aos quatro cantos do país que a carga tributária é insuportável e não aceitem aumentos de impostos, sob nenhum pretexto.

São bilhões de reais anualmente transferidos do contribuinte para essas instituições.

Há um parecer no Tribunal de Contas da União que praticamente isenta de fiscalização a aplicação dos recursos do IS, sendo apenas homologadas as contas dos gestores.

A aplicação do dinheiro atende às mais diferentes finalidades, a pretexto de financiamento de órgãos assistenciais.

Folha de hoje, 18, já informa que na condução da reforma trabalhista haveria acordo com o Governo, com o objetivo de usar a proposição de extinção do imposto sindical como moedas de troca  para obter apoios no Congresso à reforma da Previdência.

Vamos aguardar se as previsões serão confirmadas, ou não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s