Rodrigo Maia admite adiar a votação da reforma da Previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já admite adiar a votação da proposta da reforma da Previdência.

Apesar de assumir que, hoje, o governo não tem votos suficientes para garantir a aprovação, Maia afirmou que não se trata de adiamento, mas de “aprofundamento na articulação”.

“Se possível, vamos votar no dia 8 de maio. Se não for possível, a partir do dia 15.”

Para o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, “não serão uma ou duas semanas que farão diferença”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s