Bando leva US$ 40 milhões no maior assalto da história do Paraguai e tem semelhança com PCC

Pelo menos 30 homens usando armamento de guerra, como metralhadora ponto 50, fuzis e explosivos, roubaram US$ 40 milhões da empresa de transporte de valores Prosegur, em Ciudad del Este, no Paraguai, na madrugada de ontem.

Usando vários veículos, os bandidos cercaram os acessos à transportadora e derrubaram muros.

Um policial morreu na hora e três suspeitos foram mortos depois, durante perseguição.

Parte da quadrilha cruzou a fronteira e passou para o lado brasileiro por volta do meio-dia.

No caminho, trocou tiros com a polícia.

Autoridades consideram o roubo o maior da história do Paraguai.

As polícias dos dois países acreditam que o Primeiro Comando da Capital (PCC) esteja envolvido no caso.

Em nota, o presidente Michel Temer lamentou o fato.

Para o promotor Lincoln Gakiya, do Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do MPE, o assalto foi idêntico aos praticados pelo PCC em São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s