Enquanto no Brasil fazer segurança é enfrentar bandidos, na Suécia o perigo são andorinhas

Blog do Moreno  (Globo) revela um fato interessante.

Enquanto no Brasil fazer segurança é sinônimo de enfrentamentos com bandidos.

Na Suécia, essa tarefa é enfrentar pássaros (andorinhas do mar).

Os guardas reais da Suécia tem passado por poucas e boas para fazer a segurança do Palácio de Drottningholm, residência oficial da família real sueca.

Isso porque eles têm sofrido ataques constantes de andorinhas-do-mar, uma espécie de pássaro muito presente na região.

As agressões têm sido tantas que o tribunal local entrou com um pedido de autorização formal do Conselho Administrativo de Estocolmo para abater as aves.

“As Forças Armadas Suecas consideram este fato um problema uma vez que as aves estão formando seus ninhos na mesma área onde os guardas reais patrulham, que é um problema que agora estamos tentando tratar da melhor maneira possível”, afirmou Stefan Wirtén, do Palácio Real, ao portal local Expressen.

De acordo com o pedido feito pelo tribunal, a ideia é atirar em dez aves da espécie, nas proximidades da ilha de Lövon.

O parecer decisivo do Coselho Administrativo deve sair no começo de maio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s