Excesso de delações pode causar a falência do próprio instituto, dizem advogados

Mônica Bergamo

A grande quantidade de delações na Operação Lava Jato –o número de colaboradores passa de 150– começa a incomodar até mesmo advogados que já participaram de várias delas.

Eles acreditam que o uso indiscriminado pode comprometer o instrumento.

FALÊNCIA Marlus Arns de Oliveira, que advoga para o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e já participou de acordos de delação de executivos da Camargo Corrêa, por exemplo, acredita que está “havendo um excesso de colaborações”.

E diz: “A utilização da delação premiada em larga escala pode causar a falência do próprio instituto”.

TUDO A DECLARAR Ele desmente a informação de que não fará mais acordos de delação:

“Cada caso é um caso e precisa ser analisado com cautela”.

Pondera, no entanto, que o uso da colaboração deve ser bem estudado pelo investigador e pelo investigado.

“Se o colaborador não usar adequadamente o instituto, corre o risco de perder o acordo.

Ele é obrigado a falar tudo.”

EM SILÊNCIO Volta e meia surgem rumores de que o próprio Cunha quer fazer delação.

Marlus diz que nada foi aventado no processo em que ele atua. O ex-deputado tem outros advogados em diferentes investigações.

RASCUNHO Antonio Palocci já rabisca a delação premiada que pretende fazer com a Operação Lava Jato.

A ideia é não abrir todo o jogo logo de cara para os investigadores, falando de situações sem entregar todos os santos, ou seja, usando codinomes e não os nomes reais até que as negociações avancem.

BOMBA As conversas de Palocci são feitas também com o advogado Tracy Joseph Reinaldet, sócio de Adriano Bretas, que foi recém-contratado para encaminhar o acordo de colaboração do petista.

A delação do ex-ministro deve ser a mais explosiva já feita por um único réu da Lava Jato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s