“Prego batido ponta virada”: o Governador do RN confirma a vinda da fábrica chinesa para o RN

Boa notícia!

Agora é definitivo; “prego batido ponta virada”, segundo a palavra oficial hoje, 3 de maio de 2017, do próprio governador Robinson Faria (RN).

Os chineses confirmaram, definitivamente.

A fábrica de placas fotovoltaicas para energia solar do grupo chinês Chint Eletrics Co. será instalada numa área de 25 hectares, no município de Extremoz, RN.

Na primeira fase, o investimento será de R$ 112 milhões e irá ofertar 1.300 empregos.

A construção da fábrica começará imediatamente.

O governador e sua equipe creditam-se dessa vitória, como sendo decorrência da visita feita à China em fevereiro deste ano, para manter contatos com os investidores e consolidar a atração da indústria.

Pelo que se divulga na mídia, a fábrica de painéis solares assegurada ao RN, não será única no nordeste e no país.

Várias outras semelhantes estão anunciadas, há já algum tempo.

No Ceará, a produção de uma fábrica similar já se inicia fim de agosto ou início de setembro.

O empreendimento é de  R$ 150 milhões e pertence realmente a Sunlight Energy Brasil, também com parceria chinesa.

A expectativa é de que, até o fim deste ano, a empresa cearense fature aproximadamente R$ 90 milhões.

Também no Ceará, empresários italianos estariam encaminhando a instalação de outra fábrica de painéis fotovoltaicos, com tecnologia italiana.

Esse é um setor que, pelo que se percebe, não haverá “congestionamento” de mercado, diante dos anúncios de fábricas com objetivo idêntico, a serem montadas no país.

Recorde-se que em 2015, a BYD Energy faz parte do Grupo BYD, gigante chinês que emprega 180 mil pessoas em 15 unidades instaladas em várias partes do mundo, veio ao Brasil e anunciou instalação de fábrica de painéis solares fotovoltaicos no Brasil, com a meta de 400 MW de painéis solares por ano.

Em 2016, grupo suíço assinou com o governo de Pernambuco protocolo para a instalação de unidade de produção de painéis solares com capacidade anual de produzir 850 mil painéis fotovoltaicos.

Pelo visto, na economia global a produção de placas fotovoltaicas para energia solar é o melhor negócio do momento.

Que seja a redenção do RN!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s