Lava Jato contraria com documentos fala de Lula a Moro

Procuradores da Lava Jato apresentaram documentos que contradizem fala do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro há uma semana.

Ele disse que um presidente da República “não tem reunião específica com diretor” da Petrobras e citou duas exceções no seu governo.

A Procuradoria, porém, anexou ao processo agendas que mostram ao menos 23 reuniões e viagens de Lula com diretores da estatal.

O número, referente aos dois mandatos do petista, inclui eventos com participação de Paulo Roberto Costa, Renato Duque e Jorge Zelada — todos condenados em ações sobre o esquema de corrupção na Petrobras. Costa aparece em sete compromissos.

Os documentos foram fornecidos pela própria Petrobras, que ê assistente da acusação no processo sobre o apartamento tríplex de Guarujá, no litoral de São Paulo.

A tentativa da Procuradoria de ligar Lula ao cotidiano da estatal faz parte da estratégia de afirmar que a OAS pagou propina ao petista. Lêo Pinheiro, sócio da empresa, também anexou agendas com o ex-presidente.

A defesa de Lula afirmou que os papéis “não provam nada” e que as testemunhas do processo inocentaram o ex-presidente. (Folha)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s