Acordo do PT e PMDB livrou o dono da JBS, Joesley Batista, de comparecer à CPI do BNDES

Leia Claudio Humberto, nesta segunda, 22:

http://zip.net/bktJXG

Na coluna o jornalista revela que “Deputados do PT e do PMDB livraram o dono da JBS, Joesley Batista, de comparecer à CPI do BNDES, em setembro de 2015.

Ao todo, 15 deles votaram contra o requerimento.

Os deputados derrotados na votação atribuíram ao então presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o acordo para barrar a convocação de Joesley.

Isso explica por que Cunha continuava recebendo de Joesley altas quantias, mesmo preso.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s