Alckmin perde a esperança em 2018 e deseja suceder Michel Temer, no mandato “tampão”

Acossado por João Dória, cujo nome cresce para 2018, o governador Alckmin agora pensa em suceder Michel Temer.

Seria apenas para o mandato tampão, ou já pensa em ser candidato à reeleição?

Leia o que diz a Folha de hoje:

Além de Tasso Jereissati (PSDB), também o nome do tucano Geraldo Alckmin segue nas listas como opção para suceder Temer.

A “candidatura” é vendida como capaz de reunir partidos como PSB e até o PSD de Gilberto Kassab.

Senadores já foram procurados para aderir à causa.

Defensores do nome de Alckmin dizem que ele teria mais força na Câmara do que Tasso para tentar barrar a candidatura de Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara dos Deputados e que assume interinamente a Presidência caso Temer caia.

Se até a eventual saída do peemedebista não houver nome de consenso para a sucessão, Maia é considerado imbatível numa disputa.

Como interino, ele poderá negociar ministérios e centenas de cargos de segundo escalão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s