Operador de Cunha sonda advogados para fazer delação

Mônica Bergamo

Lucio Funaro, apontado como operador do ex-deputado Eduardo Cunha, sondou criminalistas de Brasília na semana passada para assumirem a negociação de delação premiada que pretende fechar com o Ministério Público Federal.

AMPULHETA Apesar da vontade e dos rumores de que a delação do operador já estaria adiantada, o envio de emissários para conversar com advogados demonstra que os termos e a velocidade não têm sido exatamente aqueles desejados por Funaro.

EU VI Mesmo situado no segundo escalão do suposto esquema, Funaro teria poder de fogo devastador por conhecer em detalhes o caminho do dinheiro entre empresários e o grupo ligado a Eduardo Cunha no PMDB.

Outra eventual delação de segundo escalão que assusta é a de Branislav Kontic, ex-assessor de Antonio Palocci.

Há em setores do PT a convicção de que ela pode se equivaler à do antigo chefe.

OFICIAL Branislav Kontic segue, porém, com o mesmo advogado, José Roberto Batochio, que é radicalmente contra delação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s