Joesley quer usar na justiça a “exceção da verdade” para intimidar e acusar Temer

Após o anúncio de que será processado por Temer, Joesley prepara um pedido de exceção da verdade.

O instrumento dará a ele o direito de, acusado de calúnia, comprovar suas declarações solicitando até a quebra do sigilo de quem entrou com a queixa-crime.

Até tucanos que pedem o desembarque do governo avaliam que o tiro Joesley pode sair pela culatra.

Joesley acusou o doleiro Lúcio Funaro de receber pagamentos em troca de silêncio.

Funaro diz que Joesley lhe devia valores ao operador para saldar dívidas de contrato de trabalho na aquisição das Alpargatas e que já existe processo de cobrança do montante.

Funaro diz que pode desconstruir a delação de Joesley e o acusa de estar usando o acordo para conseguir benefícios.

A defesa sustenta que o operador Funaro ainda tem muito a revelar. (Folha)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s