No RN, em “arraiá” junino empresário do petróleo é lançado para o senado em 2018

Do editor

O jornalista César Santos, do Jornal de Fato, de Mossoró, profundo conhecedor da política faz comentários neste domingo, 25, sobre os rumos da política do Rio Grande do Norte, a partir do que acontece no Oeste.

Ele traz, como “fato consumado”, que o empresário da área do petróleo, Tião da Prest, está “confiando no veneno” do deputado Rogério Marinho, que deseja afastá-lo, a todo custo, da disputa de uma cadeira na Câmara Federal.

Ontem, Tião reuniu amigos, correligionários e possíveis “apoios eleitorais”, em sua residência na cidade de Mossoró, para um arraiá de São João.

Estava presente o deputado tucano Rogério Marinho, voz baixa, às vezes propositalmente inaudível, argumentando em estilo próprio, com ares de sinceridade absoluta, no meio dos sons tonitruantes da música sertaneja.

Rogério age com Tião, da mesma forma que agiu com o deputado Ezequiel Ferreira, quando tentou lançá-lo ao governo ou a senatoria em 2018.

Na ocasião, ele tinha o único propósito de justificar a continuidade do seu pai, na presidência do PSDB estadual, sob o argumento de que somente assim viabilizaria a candidatura majoritária do atual presidente da Assembleia.

Ezequiel, que vem de família com larga experiência na política e conhece “os caboclos da aldeia”, não cedeu, fincou o pé e exigiu cumprimento do acordo dele ser o presidente do PSDB estadual.

A contra gosto, assim aconteceu.

Agora, o deputado Rogério Marinho sabe que a sua candidatura ao senado poderá conduzi-lo ao incomodo de ficar sem mandato em 2018, embora não se omita que possua experiência e habilidade política, ao seu modo, principalmente em articulações “intramuros”, com adeptos e asseclas que lhes dão respaldo total e irrestrito.

Nessas circunstâncias, o objetivo de Rogério é lançar ao senado o empresário do petróleo Tião da Prest, um homem vitorioso em sua atividade econômica e que na última eleição para prefeito de Mossoró deixou marcas de inegável competência política.

Pesa ainda, na análise de Rogério, que Tião contaria com o apoio de Marcelo Alecrim, também poderoso empresário da área do petróleo nacional, além de nomes da atividade privada estadual, com liderança e presença em órgãos de classe, que apoiam abertamente os projetos dos tucanos no estado, como fizeram na última eleição de Mossoró, em oposição aberta à atual prefeita Rosalba Ciarlini.

Mas, começar pelo senado, seria o melhor caminho para quem nunca exerceu mandato político, não revelou vocação ao longo da vida e cresceu como self made man, aproveitando as oportunidades de negócios, que a Petrobras abriu em sua região oestana, sobretudo Mossoró?

Somente o próprio pré-candidato poderá responder.

Entretanto, Rogério Marinho acha que sim, porque a sua reeleição de deputado federal estará garantida, nessa hipótese.

Um novo dado político, ocorrido ontem, foi que, “entre um pratinho e outro de canjica, pamonha e outras iguarias juninas”, esteve presente no arraiá de Tião, como convidado especial, o desembargador em pleno exercício Claudio Santos, pré-candidato declarado ao governo do RN.

Pelo visto, os tucanos locais abrem espaço para uma opção vinda do Poder Judiciário.

Claudio Santos passaria a ser o nome do PSDB para o governo do estado, junto com Tião da Prest, para o senado.

Será que o discurso e as ideias do Desembargador-candidato, até hoje apregoados, se harmonizariam com os “novos companheiros” do PSDB estadual?

Ou, em 2018 essa história de discurso continuará a não influir em nada, prevalecendo – como sempre prevaleceu no passado – o dinheiro para campanha e os apoios de redutos eleitorais, regra geral comandados por deputados estaduais e vereadores?

Apenas, uma indagação.

Nada mais que isso.

O jornalista César Santos, arguto e bem informado, foi mais além em suas análises, na coluna de hoje, 25, no Jornal de Fato de Mossoró.

Ele registra que, “depois de longo e tenebroso tempo” apareceram unidos e de braços dados, na festa junina de Assú, o senador José Agripino e o primo aliado, João Maia, pretendente à Câmara Federal em 2018.

José Agripino dizendo-se candidato à reeleição ao senado, pra valer.

João Maia apoiando-o e aplaudindo, certamente para formar a “dobradinha” com a sua irmã, também prima de José Agripino, deputada Zenaide Maia, que irá candidatar-se provavelmente ao senado, com apoio de lulistas, petistas e toda a esquerda.

Pelo visto, os “maias” potiguares terão que juntar azeite com água, em 2018.

O curioso é que, pelo que escreveu César Santos, João Maia joga em “duas pontas”.

Diz a nota do jornalista, que o “ex-deputado federal João Maia se fez presente, antes de “bater ponto” no São João de Tião, em Mossoró”.

Quer dizer: fica a dúvida se João Maia, com o poder político que esbraveja possuir, apoiará, além de Agripino, para o Senado, a sua irmã deputada Zenaide, ou o poderoso empresário do petróleo, Tião da Prest, ontem lançado em Mossoró.

Vamos aguardar as próximas análises do jornalista César Santos.

  • Foi corrigido no texto acima erro de digitação.

Michel Temer é um dos últimos que acreditou em tucano!

Anúncios

Um pensamento sobre “No RN, em “arraiá” junino empresário do petróleo é lançado para o senado em 2018

  1. Pingback: Primo Ney Lopes analisa com precisão o 'Arraiá do Tião' • BLOG DO PRIMO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s