PF prende Geddel e Planalto teme cerco a Padilha e Moreira

Dois dias após a soltura do ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, a prisão de Geddel Vieira Lima,  mais um político próximo a Temer, devolveu ao Planalto o clima de apreensão e o temor de que os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) se tornem os próximos alvos.

O governo também teme que o fato contamine a tramitação da denúncia contra o presidente na Câmara, que terá início hoje.

Além de Geddel, Cunha, Funaro e Loures, já foram presos o ex-ministro Henrique Eduardo Alves e o ex-assessor Tadeu Filipelli.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s