Ex-prefeito do RJ diz que secretário de obras, preso em operação da PF, foi indicação de um potiguar

Lauro Jardim

Eduardo Paes passou a madrugada de ontem para hoje enviando a diferentes pessoas, por Whatsapp, trechos de delações da Lava-Jato em que, quando perguntados, colaboradores dizem não saber do envolvimento do ex-prefeito em fraudes.

Paes tem garantido que não sabia o que pesava contra Alexandre Pinto, o ex-secretário preso ontem.

Mas admite que confiava plenamente em Pinto — levado para a política, segundo Paes, pelas mãos do ex-deputado e ex-secretário de Obras das gestões de Cesar Maia, Eider Dantas.

Do blog:  Eider Ribeiro Dantas Filho é natural de Ceará Mirim, no Rio Grande do Norte.

Radicado há anos no Rio de Janeiro e após ser eleito deputado estadual, a vereadora Leila do Flamengo, em 2006, propôs o título de Cidadão Honorário do Município do Rio de Janeiro.

A proponente justificou o Título de cidadania com o seguinte texto:

Eider Ribeiro Dantas Filho é natural do Rio Grande do Norte, nascido em 03 de janeiro de 1947, filho de Eider Ribeiro Dantas e Maria Urcicina Fernandes Ribeiro Dantas, casado com Maria Edite Carvalho Ribeiro Dantas e pai de três filhos.

A atuação pública de Eider Dantas teve início em 1982, no cargo de Secretário de Obras e Serviços Públicos de Itaguaí.

Em 1983, assumiu a Diretoria Financeiro-Comercial da Companhia de Gás – CEG, até 1985.

No ano seguinte, foi nomeado Presidente daquela empresa, cargo que exerceu até 1987.

Em 1993, Eider Dantas – nomeado pelo Prefeito César Maia – tornou-se Presidente da Rioluz, empresa municipal de iluminação pública, cargo que deixou para assumir, em 1994, o primeiro mandato como Deputado Estadual.

Tomou posse como Vice-Prefeito do Rio de Janeiro, em 1997, sendo responsável pela supervisão das atividades desenvolvidas pela Rioluz, e pela Coordenadoria Geral das Administrações Regionais de Bangu, Campo Grande, Santa Cruz e Guaratiba.

Em 1998, conquistou seu segundo mandato como Deputado Estadual.

Na ALERJ, integrou as Comissões de Constituição e Justiça e de Saúde, além de presidir a Comissão de Indicações Legislativas.

Licenciado do cargo de Deputado Estadual, pelo PFL, Eider Dantas dirigiu a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, novamente a convite do Prefeito César Maia, de janeiro de 2001 até o final de março de 2002, quando afastou-se para concorrer à reeleição, da qual saiu vitorioso para um terceiro mandato, com 104.072 votos, que representaram a maior votação na cidade do Rio de Janeiro e a segunda no Estado.

Em outubro do mesmo ano, após as eleições, o Prefeito César Maia o reconduziu ao mesmo cargo.

Pelo excelente desempenho de sua vida pública, Eider Dantas fez jus a diversas condecorações, como a Medalha Tiradentes, o Título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro, a Medalha de Mérito Pedro Ernesto, a Ordem do Mérito Militar e a Ordem do Mérito Aeronáutico, às quais tenho a honra de acrescentar o Título de Cidadão Honorário do Rio de Janeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s