Caos toma conta da Venezuela em meio a rumores de golpe

Alfredo Meza, El País

Um ex-capitão no comando de 20 homens tentou durante a madrugada deste domingo tomar um quartel em Valencia, a terceira maior cidade da Venezuela, com 2,1 milhões de habitantes, no centro do país.

A Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) conseguiu abortar a rebelião e recuperou o controle das instalações.

O evento confuso terminou com dois mortos e oito presos, conforme informado por Nicolás Maduro.

A ação foi comandada pelo ex-capitão da Guarda Nacional Juan Caguaripano, procurado por rebelião e traição há três anos.

Caguaripano escapou do confronto levando parte das armas e munições da base de Paramacay, a mais importante de blindados do país.

As Forças Armadas da Venezuela classificaram o assalto como “um ataque paramilitar do tipo terrorista” e afirmaram que continuam leais ao presidente Maduro.

O ataque abre a dúvida sobre o nível de inquietação entre os oficiais venezuelanos pelo avanço da crise do país, aprofundada desde o fim de semana com o início da Assembleia Constituinte promovida pelo chavismo, embora não haja evidência de que havia algum apoio dentro do quartel aos rebeldes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s