Delação de Funaro: propina paga em empréstimos do Fundo de Investimentos-FGTS

Globo

A cúpula do PMDB cobrou 4% de propina para liberar empréstimo do FI-FGTS no valor de R$ 300 milhões para a empresa CIBE, disse Lúcio Funaro em delação já homologada.

Segundo o relato, o dinheiro foi dividido entre Moreira Franco (60%), Eduardo Cunha (25%) e o próprio Funaro (15%).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s