Governo acredita na memória “curta” do eleitor e espera aprovar reforma previdenciária

A expectativa do Planalto, como tem acontecido em votações cruciais, é de aprovação da reforma da Previdência, ainda que “aos 45 minutos do segundo tempo”, diz um ministro.

São necessários 308 votos para aprovar a emenda na Câmara, e o governo contabiliza ao menos 320.

Líderes acham que os deputados já se convenceram da necessidade da reforma.

E eles confiam na memória curta do eleitor para aprová-la.

LEIA DETALHES NA COLUNA NACIONAL DE CLAUDIO HUMBERTO, ACESSANDO:

http://bit.ly/2waE5h1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s