Na Câmara planos de saúde “manobram” para alterar lei e favorecer os aumentos abusivos

Claudio Humberto, hoje, 11: http://bit.ly/1EgxbFr

Entidades que defendem clientes prejudicados pelos planos de saúde acham que está equivocado, para dizer o mínimo, o relator do projeto da nova lei, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), quando afirma que um objetivo é estabelecer um “marco regulatório”.

Lorota.

O tal “marco regulatório” já existe, é a lei 9656, de 1998.

E não precisa de outra.

O problema é que a lei atual não interessa à ganância das operadoras.

A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O projeto dificulta até a emissão de multas.

A “agência reguladora” ANS só emitiu cerca de 800 multas relativas a 47 milhões de contratos.

Outra gentileza do projeto da nova lei é reduzir a exigência de garantias patrimoniais das empresas de plano de saúde, previstas na lei 9656/98.

Até parece que o projeto é obra dos planos de saúde: legaliza o assalto ao idoso e não impõe limites às mensalidades ou a aumentos abusivos.

O deputado Celso Russomano (PP-SP), integrante da comissão que discute o projeto, avaliza o trabalho do relator:

“Ele tem boa vontade”.

Proposta de lei em debate no Congresso favorece ganância dos planos de saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s