Congresso nada produziu de eficiente em 2017, como por exemplo leis de combate à violência

Cláudio Humberto registra hoje, 21, em sua coluna nacional, que “Trabalhando, na prática, três dias por semana e com mais de três meses anuais de folga, entre recessos e feriados prolongados, os 594 membros do Congresso Nacional (513 deputados e 81 senadores) só aprovaram 133 leis ordinárias, em 2017.

Isso inclui leis importantes como a reforma trabalhista, mas há também 25 leis que conferem títulos como de “capital nacional da cerveja” ou rebatizam rodovias”.

Leia a coluna na íntegra, acessando:

http://bit.ly/1EgxbFr

Opinião do blog – Procede a crítica do jornalista Cláudio Humberto.

Um ponto que mostra a omissão do Congresso Nacional é a pergunta: o que foi feito em 2017 para atualizar e modernizar a legislação penal, que combate a violência?

Somente “uma gota de lei” aqui, outra acolá.

Nada que possa intimidar a marginalidade, ao ponto de amedrontá-la e assim reduzir índices de violência.

A única prioridade é combater os políticos, os servidores públicos e os beneficiários da previdência, cujas propostas enchem a pauta do Congresso, com legislações tendenciosas sendo aprovadas, a troco de ambulâncias para serem doadas pelos congressistas em suas base eleitorais e obterem a reeleição, em 2018.

Verdadeiro escárnio público!

E ainda há quem bata palma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s