Raul Castro deixa presidência de Cuba em 2018 e a eleição do sucessor não terá opositor

Raúl Castro, 86, deixa poder em Cuba no mês de abril e a eleição não terá candidato de oposição.

Raul Castro, 86 anos, vai deixar a presidência de Cuba em 2018.

Cuba não possui eleições diretas para a Presidência.

O Parlamento cubano decidiu prolongar a legislatura de Raúl Castro até abril de 2018 (provavelmente dia 19).

Castro já havia manifestado vontade de se afastar da liderança de Cuba, tendo sucedido em 2006 ao irmão, Fidel Castro, na presidência do país.

O jornal estatal Juventude Rebelde informa que o atraso na saída de Raul Castro se deve aos estragos provocados pelo furacão Irma, que devastou partes importantes da ilha no mês de setembro passado.

Opinião do blogImpossível prever os rumos de uma sucessão em país autoritário como é Cuba, mantendo regime hiper fechado.

Depois de impulsionar uma cautelosa e lenta abertura ao mercado e restabelecer relações com os Estados Unidos, o irmão de Fidel Castro decidiu passar o comando.

Quem será seu sucessor é a grande interrogação.

Ninguém sabe ao certo.

Neste momento, os cubanos lidam com a recessão econômica desencadeada pela crise venezuelana.

Em 2016, o PIB contraiu 0,9% e o governo parece ter congelado a reforma iniciada em 2008, que permitiu um crescimento tímido do setor privado e a chegada de investimentos estrangeiros a conta-gotas.

No momento, a principal aposta para tomar as rédeas do poder em Cuba é o vice-presidente Miguel Díaz-Canel, 56 anos.

Formado dentro do Partido Comunista, tem experiência ministerial, mas não goza de influência dentro das Forças Armadas, um ator chave na transição.

Diaz-Canel em estilo de pré-candidato vem endurecendo o discurso contra os Estados Unidos.

Cuba não fará concessões à sua soberania e independência, nem negociará seus princípios ou aceitará a imposição de condições“, disse Díaz-Canel, aparentemente respondendo à recente declaração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na ONU, de que as sanções contra Cuba não serão retiradas até que a ilha do Caribe restaure a democracia e o capitalismo.

As mudanças necessárias em Cuba serão realizadas apenas pelo povo cubano“, acrescentou Díaz-Canel.

O novo presidente de Cuba será eleito na forma do artigo 74 da Constituição do país, que prevê:

“Artigo 74. A Assembleia Nacional do Poder Popular elege, dentre os seus deputados, o Conselho de Estado, composto por um Presidente, um Primeiro Vice-presidente, cinco Vice-presidentes, um Secretário e outros vinte e três membros”.

O Presidente do Conselho de Estado é Chefe de Estado e Chefe do Governo.

Detalhe: nas “eleições” cubanas, não há candidatos de oposição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s