Meirelles dá “tiro no pé” ao usar “agências” para afastar concorrente e lançar sua candidatura

Depois do rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela agência de classificação de risco S&P, o governo traçou a estratégia de usar a decisão para tentar convencer parlamentares a aprovar a reforma da Previdência.

Logo após o rebaixamento, o ministro lamentou a não aprovação de medidas fiscais pelos parlamentares, o que foi entendido como tentativa de culpar o Congresso.

Opinião do blog – Estratégia do ministro Meirelles politicamente suicida e de alto risco para a governabilidade do país, no restante do mandato de Temer.

A referencia é feita às colocações do Ministro, usando o rebaixamento do Brasil em agência de risco internacional para intimidar, transferir responsabilidades, acuar o Congresso e ferir a imagem do seu concorrente Rodrigo Maia, que preside a Câmara.

Admite-se que Meirelles articulou com as agências, para que houvesse mesmo o rebaixamento do país.

Com isso, ele se coloca no centro do debate sucessório como “salvador da Pátria”.

Ou seja: o Congresso fica sem opções.

Ou aprova a reforma da previdência como Meirelles quer, ou será responsável pelo caos nacional.

Meirelles vai mais além: anula qualquer mérito na possível aprovação da reforma que possa creditar Rodrigo Maia como articulador e líder no Congresso.

Rodrigo Maia disputa com Meirelles indicação à Presidência.

Não poderia ser mais desastrosa a estratégia de Meirelles e seus assessores de marketing.

Trabalham com a hipótese de desvalorizar a imagem do Brasil, para obterem ganhos eleitorais.

Além do mais, um país soberano não pode ficar à mercê de agencias de risco internacionais, que só trabalham para o mercado ganhar mais dinheiro, custe o que custar.

A reforma da previdência é necessária.

Terá que ser feita com ponderação e em dosagens gradativas, suportáveis socialmente pelo país.

Fazê-la sob pressão internacional é um desserviço à Nação e não pode valorizar um pré candidato à Presidente,

Verdadeiro “tiro no pé” do presidenciável Henrique Meirelles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s