Reforma previdenciária somente será viável se aprovada “pauta mínima” de mudanças

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse ser “viável” aprovar a reforma da Previdência no próximo mês.

“Cinco governadores já não pagaram 13.º e, se a situação continuar, vai aumentar isso”, afirmou.

Ele voltou a negar que é candidato à Presidência.

Opinião do blog – Seria bom o país sinalizar, que faria a reforma da previdência.

O grande problema é que o governo caiu nos braços de grupos ortodoxos “do mercado”, que exigem dosagens fortíssimas com mudanças insuportáveis para o corpo social brasileiro.

Resultado: propaga-se a intranquilidade e a quebra do pacto social, dificultando a tramitação da matéria no Congresso Nacional.

O único meio de iniciar as alterações previdenciárias seria negociar uma pauta mínima, daqueles pontos que fossem essenciais nessa primeira hora.

Do contrário, o risco será não aprovar nada e os problemas se prolongarem no tempo e no espaço, o que não é bom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s