PT decide lançar candidatura de Lula, mesmo se ele estiver preso em agosto, na época do registro

O PT decidiu registrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto em 15 de agosto, último dia estabelecido pela Lei Eleitoral, mesmo se ele estiver preso nesta data.

O cronograma do partido prevê a retomada das caravanas de Lula pelo país porque, se ele for impedido de disputar a eleição, seu nome somente será trocado na última hora.

Opinião do blog- O direito brasileiro admite que o candidato mesmo preso possa disputar a eleição, até que exista sentença transitada em julgado.

É o princípio da presunção de inocência.

Todavia, o candidato nessa situação não poderá fazer propaganda dentro do estabelecimento prisional e para ausentar-se do presídio dependerá de ordem específica do juiz de execução penal, aplicadas as normas.

O direito de voto é assegurado, em urna instalada na penitenciária.

Para substituir o candidato, o partido terá o prazo até 15 dias, antes da data da eleição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s