Conheça os destinos trágicos da maioria dos presidentes popularmente eleitos no Brasil

O cientista político Maurício Santoro lembrou que, ao longo da história recente, a maioria dos presidentes popularmente eleitos tiveram destinos trágicos.

Getúlio Vargas se suicidou, JK foi exilado pela ditadura, Jânio Quadros renunciou, Jango foi deposto, Fernando Collor e Dilma Rousseff sofreram um impeachment e Lula foi condenado.

As exceções são Dutra e FHC.

Apesar de que todos esses personagens pertençam a períodos históricos distintos, qual é a relação entre eles?

O que as suas histórias indicam sobre o Brasil, indaga Maurício Santoro?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s