Está difícil governar: órgão oficial protesta contra a intervenção na segurança pública do Rio

O Conselho Nacional de Direitos Humanos, vinculado ao Ministério de Direitos Humanos, soltou nota de repúdio contra a intervenção na segurança pública do Rio.

Segundo o texto,a decisão por maior militarização, por meio da intervenção, é “completamente inadequada e ineficaz”.

A atuação das Forças Armadas é historicamente marcada pelo aumento do número de violações de direitos, operando na lógica do “combate ao inimigo” e, segundo essa lógica, a população negra, pobre e moradora de favelas e periferias é quem tem sido “combatida” pelas tropas do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

Opinião do blog – Torna-se quase impossível governar no Brasil.

Mesmo com as evidencias da insegurança no Rio de Janeiro, um órgão ligado ao próprio governo protesta quando uma medida é tomada buscando reduzir os efeitos da violência.

A intervenção poderá até não atingir os seus objetivos.

Porém, é uma tentativa.

Algo teria que ser feito.

Na nota divulgada há uma profunda injustiça em relação as forças armadas, hoje uma instituição que dá permanentes sinais de preservação da democracia.

Não procede que em situações semelhantes a do Rio de Janeiro, historicamente as Forças Armadas tenham violado direitos em prejuízo da população negra, pobre e moradora de favelas, como está na Nota.

Assim não dá….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s