Meirelles sem partido para disputar a presidência vacila e não se decide

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, admitiu ao Estadão/Broadcast que nem mesmo a entrada de Michel Temer na disputa pela Presidência inibiria sua intenção de concorrer ao cargo.

“Seria uma competição. Evidentemente, com mais candidatos fora dos dois extremos, a competição seria maior”, disse.

Apesar de admitir que “pensa no assunto”, o ministro afirmou que não decidiu se será candidato ao Planalto.

Opinião do blog – A demora de Meirelles o inviabiliza para a disputa presidencial.

Para concorrer, Meirelles teria de deixar o cargo até 7 de abril, que está muito próximo.

Ele, no entanto, enfrenta dificuldades para pôr o projeto eleitoral de pé.

Seu partido, o PSD, articula apoio a Geraldo Alckmin (PSDB) em troca da vaga de vice ao governo de São Paulo em uma possível chapa liderada pelo prefeito João Doria (PSDB).

Meirelles tem até o fim de março para mudar de sigla e já conversa com MDB e com outras legendas, como o PRB.

Não será fácil a entrada de Meirelles no jogo presidencial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s