Começa agora a corrupção declarada do “troca troca” de partidos à base de dinheiro público

Partidos intensificaram nesta semana as negociações para atrair novos deputados e aumentar as bancadas nas próximas eleições.

O prazo legal para trocas começa no dia 7 de março e vai até 7 de abril.

Nesse período, os parlamentares podem mudar de legenda sem serem punidos.

Opinião do blog – Em pleno transcurso da Lava Jato começa nessa próxima semana no Congresso Nacional um inédito espetáculo de corrupção, com o “troca troca” de partidos dos parlamentares que irão concorrer em outubro próximo.

Além do Fundo Partidário de R$ 888 milhões, o fundo eleitoral, estimado em R$ 1,7 bilhão, também estaria sendo usado como moeda de troca.

As promessas chegariam a R$ 2,5 milhões para quem mudar de legenda.

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, confirma que reservou R$ 2 milhões do fundo eleitoral por deputado e o MDB divulgou que repassará R$ 1,5 milhão para deputados e R$ 2 milhões para senadores.

Esta será a primeira eleição geral sem o financiamento de empresas.

Com isso, candidatos terão menos recursos para gastos eleitorais, o que aumenta a disputa pelo dinheiro público.

Nessas condições será que o Brasil vai mudar mesmo nessa eleição de 2018?

Só o eleitor poderá responder.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s