Mesa Redonda de hoje debate a imoralidade do Fundo Partidário e os “milhões” distribuídos

Hoje,  MESA REDONDA na FM 98 de Natal, a partir de 18hs10 e cadeia de rádio estadual.

Na pauta dos debates:

  • A imoralidade do Fundo Partidário, que garante milhões para cada atual deputado e senador disputar a eleição
  • Análise do “Movimento Brasil 200″ lançado em Natal pelo empresário Flávio Rocha
  • Quais a verdadeiras razões que levarão o governador Robinson Faria a não renunciar o seu mandato?

OUÇA TAMBÉM NA INTERNET E AO VIVO NO INSTAGRAM:

http://bit.ly/2A6cHRD

Hoje, 16, MESA REDONDA com análise completa da política do RN e as as verdadeiras causas que impedem a renuncia do governador Robinson Faria. Transmissão da FM 98 de Natal, e cadeia estadual, a partir de 18h10.

Anúncios

Ações contra Lula, Geddel, Henrique Alves e Cunha saem das mãos de Vallisney

O juiz federal Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara de Brasília, responsável por processos relacionados à Operação Zelotes e desdobramentos da Lava Jato, deixará de conduzir ações penais contra o ex-presidente Lula (PT), os ex-presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (MDB) e Eduardo Cunha (MDB), e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB).

Os processos foram transferidos para a 12ª Vara, especializada em lavagem de dinheiro, que passará a existir a partir do dia 26.

Meirelles sem partido para disputar a presidência vacila e não se decide

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, admitiu ao Estadão/Broadcast que nem mesmo a entrada de Michel Temer na disputa pela Presidência inibiria sua intenção de concorrer ao cargo.

“Seria uma competição. Evidentemente, com mais candidatos fora dos dois extremos, a competição seria maior”, disse.

Apesar de admitir que “pensa no assunto”, o ministro afirmou que não decidiu se será candidato ao Planalto.

Opinião do blog – A demora de Meirelles o inviabiliza para a disputa presidencial.

Para concorrer, Meirelles teria de deixar o cargo até 7 de abril, que está muito próximo.

Ele, no entanto, enfrenta dificuldades para pôr o projeto eleitoral de pé.

Seu partido, o PSD, articula apoio a Geraldo Alckmin (PSDB) em troca da vaga de vice ao governo de São Paulo em uma possível chapa liderada pelo prefeito João Doria (PSDB).

Meirelles tem até o fim de março para mudar de sigla e já conversa com MDB e com outras legendas, como o PRB.

Não será fácil a entrada de Meirelles no jogo presidencial.

Exploração vergonhosa: os clientes da GOL terão que pagar até assentos no avião

No Diário do Poder:

A Gol passou a cobrar pela marcação de assentos na hora da compra da passagem.

Os clientes que desejarem selecionar seu lugar no avião no momento da aquisição do bilhete terão de pagar uma taxa adicional.

A escolha do assento só será gratuita no período do check-in, a partir de uma semana antes do voo.

A mudança vale para as passagens compradas a partir desta quinta-feira.

A companhia também anunciou a criação da tarifa Promo, com descontos de até 30% em relação à menor tarifa já praticada pela empresa, a Light.

A novidade vale para voos nacionais e internacionais.

Para escolher o assento com antecedência, o passageiro terá de pagar R$ 10 na Tarifa Light e R$ 20 na Promo – as modalidades mais baratas da empresa –, seja em voos nacionais ou internacionais.

Os clientes que comprarem a passagem nessas tarifas não terão direito a despacho de bagagem gratuito.

A marcação de assentos com antecedência só será gratuita para as tarifas Max e Plus.